top of page

VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UM DRONE MULTIRROTOR?


Você já se perguntou como funciona um Drone multirotor, por que e como esses equipamentos voam e conseguem se manter tão estáveis no ar? Isso é uma curiosidade bem interessante dos Drones, continue lendo a matéria para descobrir mais detalhes!

Primeiramente todos os multirotores possuem uma placa central, chamada de Controladora, essa placa é responsável pela inteligência do Multirotor, para exemplificar, as placas controladoras são como os processadores em computadores, processando todas as informações enviadas para os Drones e onde está praticamente toda a programação de leitura dos sensores auxiliadores.

Outro sensor que garante a estabilidade do Drone é o GPS, buscando a todo momento as informações de posicionamento para garantir o posicionamento do Drone - Quando o operador para de movimentar as alavancas do radio controle é o GPS que garante que o drone permaneça pairando no local.

O GPS também é quem garante que o Drone possa realizar voos automatizados, onde o operador registra um plano de voo e o drone realiza exatamente o que foi programado. Outra função muito importante que devido ao GPS é possível, é o retorno para casa automático, onde o Drone grava no momento da decolagem seu local de decolagem, e durante o voo, caso perca o sinal do Rádio Controle ou o sinal de imagem, esteja com a bateria baixa ou o Operador do drone envie esse comando, o Drone irá retornar exatamente para o Local que foi gravado na decolagem. Prevenindo muitos acidentes e garantindo maior segurança para os voos.

Existem também o Giroscópio e o Acelerômetro, que em conjunto com o GPS garantem que o drone mantenha sua posição plana de voo. Assim quando o operador solta as alavancas do rádio controle o Drone retorna a posição plana mantendo a estabilidade.

Além desses sensores de estabilidade, existe as placas ESC, ou Controladora eletrônica de velocidade, que fornecem a energia necessária para que os motores realizem a rotação perfeita, ou seja, essa é a placa de controle eletrônico de velocidade dos motores garantindo que todo o sistema opere com a mesma rotação garantindo a estabilidade.

Esses sensores e placas, fazem com que o drone voe e se mantenha estável, mas ainda resta uma duvida, como o drone decola ou voa??

Para responder isso, precisamos de um pouco de física. Quando o operador envia propulsão para o Drone decolar, é gerado uma espécie de redemoinho nas hélices e motores, esse redemoinho faz com que o Drone perca peso, e assim saia do chão, ficando “solto” na gravidade!! E quando o operador para de enviar propulsão para os motores, o Drone para, e se estabiliza, porém como os motores já estão em uma determinada rotação, ele continua sem gravidade devido ao redemoinho que continua lá, e assim o Drone continua voando na altura que foi deixado, e no mesmo local, devido ao GPS e os sensores mencionados anteriormente.

Porém, para isso funcionar, não basta os motores girarem na velocidade certa para que o Drone saia do chão, o sentido de rotação dos motores também auxiliam na estabilidade, vamos analisar um Quadricoptero, Drone de 4 rotores, dois motores giram no sentido horário, e dois no sentido anti-horário, para exemplificar, seria como os helicópteros, onde a rotor principal gira no sentido horário, e o rotor de calda gira no sentido oposto, garantindo a estabilidade, o Drone realiza o mesmo procedimento de sentido de rotação do rotores para que o Drone não gire no próprio eixo sozinho e consiga manter a estabilidade de voo.

Entendemos até agora como o Drone decola, mantem estabilidade e posicionamento, mas, como ele se movimenta no ar?

Vamos analisar novamente a placa ESC, que gerencia a energia enviada para os motores. Quando o operador envia o comando para o Drone ir para frente, por exemplo, a placa ESC diminui a energia dos motores da frente, aumenta a energia dos motores de trás, o drone se inclina um pouco e assim começa a voar para frente. O mesmo procedimento acontece em todos os movimentos do Drone, seja para trás, para os lados ou o giro no próprio eixo, onde a placa ESC diminui ou acelera a rotação dos motores que estão girando no mesmo sentido para girar o Drone no sentido desejado.

Todas essas informações são passadas sempre pela Controladora, pois é ela que está processando todas as informações enviadas para o Drone em milissegundos garantindo que tudo funcione como o esperado.

E é assim que o Drone voa, como podemos ver, não é apenas um componente que faz essa “mágica” e sim um conjunto de sensores, física e programação que fazem o Drone decolar, se estabilizar e voar da forma que visualizamos hoje em dia. Até mesmo o peso e o carcaça do drone auxiliam no voo, velocidade e estabilidade, são diversas engenharias que garantem que o Drone realize o voo com sucesso.

O que achou dessa matéria? Deixe sua duvida ou sugestão abaixo, pode ser a mesma de outros leitores!

Fonte [Drone Visual]

1.483 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Escola de Drones - Cursos de Piloto

Interessado em Drones? O que acha de iniciar um curso de capacitação profissional nessa area que não para de crescer no Brasil e no mundo inteiro. Com variadas aplicações e diversos beneficios os Drones serão muito utilizados por todos no futuro, não perca tempo!!

A Drone Visual é a primeira empresa no Brasil a possuir cursos exclusivos online, teóricos e práticos na área de Drones, voltados a empresas e profissionais que desejam entrar nesse mercado. 

Possuímos um campo de Treinamento próprio com áreas abertas, seguras, os melhores profissionais e equipamentos a sua disposição.

 

Venha nos visitar e conheça a maior escola de Drones !

mavic_mini_2_folded-0.jpg

Loja

Revendedor Oficial DJI
dbf837a3d36495aadcb9c2d94e0c3479.jpg

Mavic

Drone portátil com recursos profissionais

Sem título.png

Matrice

Drone empresarial

airzusofficial2.jpg

Phantom

Drone para mapeamento aéreo

maxresdefault.jpg

Agras

Drone para Pulverização Agrícola

bottom of page