O MAIOR PORTAL DE notícias de

DRONES

INSCREVA-SE AGORA E RECEBA NOTÍCIAS GRATUITAMENTE EM SEU E-MAIL!!!
 

AMAZON REGISTRA PATENTE - TRANSPORTE COM DRONES

18/08/2017

Uma nova patente indica "veículos intermodais" que poderiam ser utilizados para atender a demanda do consumidor e reduzir os custos logísticos.

 

 

 

 

 

 

​​

 

A Amazon, está a muito tempo planejando entregar produtos de forma autônoma, mas antes que o uso dos drone possa se ampliar, alguns obstáculos devem serem superados. Recentemente, a empresa apresentou inúmeras patentes, uma colmeia de drone colocada em áreas povoadas para retirar pacotes com para quedas ou até mesmo com dirigível.

 

 

 

 

 

 

 

​​Agora o Business Insider, um site de notícias de Nova York, detectou uma nova declaração de patente: Uma rede de estações de trabalho móveis montada em barcos, caminhões, tratores, trens ou outros veículos, que possam ser conduzidos para áreas de alta demanda. A ideia apresentada, seria montar uma rede de sistemas de entrega intermodal itinerante que atuaria tanto como centro de manutenção quanto como armazém de mercadorias para a frota de drones da Amazon.

 

A patente descreve essencialmente um recipiente de transporte padrão equipado com uma porta automatizada no teto, e um "aparelho interno que compreende a superfície de pouso, configurada para ser levantada ou abaixada ao longo de um eixo vertical e girada em torno do eixo vertical"

 

 

 

 

 

 

 

 

Esses recipientes podem ser carregados em uma locomotiva, um navio com contêineres e até mesmo caminhões, alem disso um de reboque de suporte que consistiria em um carro de manutenção equipado com baterias extras, um braço robótico e um sistema que permitiria que os veículos se comunicassem com um drone. Se necessário, eles poderiam mudar para um novo local para pegar um drone danificado. O carro de manutenção, substitui a bateria e libera o Drone para realizar novas entregas. A patente também descreve um método para consertar os drones que podem ter sidos danificados. Um porta-voz da Amazônia se recusou a comentar a noticia do Business Insider.

 

A patente também discute a possibilidade desses contêineres móveis como um meio potencial de "itens de inventário". Um segundo carro ou recipiente pode levar itens em que "a demanda por tais itens sejam razoavelmente maiores", o que permitiria a empresa reduzir seus prazos de entrega.

 

Neste caso, um pedido poderia ser colocado, com o item despachado do centro de atendimento mais próximo, seja um depósito físico ou um que esteja localizado em uma linha ferroviária próxima. O pedido seria carregado em um drone, que decolaria e entregaria a mercadoria e retornaria, onde poderia voltar a carregar sua bateria.

 

Com certeza, essas patentes não significam que a empresa vá avançar com esse sistema particular, mas mostra que a Amazon está pensando em uma infraestrutura baseada em drone. Na verdade, a Amazon está longe de ser a primeira a pensar em plataformas móveis de drone: a UPS já testou o lançamento de drones de seus caminhões.

 

Nesta nova patente, a empresa fornece um esboço em miniatura de como seu sistema funciona: os produtos são fabricados, trazidos para uma estação de atendimento, a partir do qual são enviados para um cliente.

 

 

A Amazon esta querendo oferecer duas coisas: Proporcionar mais flexibilidade aos seus serviços de entrega e encontrar uma maneira de avaliar automaticamente sua frota de drones. Uma rede de instalações física ajuda a atender a demanda em larga escala, mas uma frota móvel de estações de micro-estações podem atender a uma área segmentada ou a demanda de mudança de endereço de um produto específico. Ao mesmo tempo, uma frota de manutenção móvel também ajudaria a garantir que os drones da empresa estejam em bom estado de funcionamento, e não ficarem ligadas a uma rede de instalações fixa.

 

 

 

 

 

FONTE: [THE VERGE]

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECOMENDADO

COMO REALIZAR MAPEAMENTO DE GRANDES ÁREAS COM DRON...

23/10/2018

1/4
Please reload

OS DRONES AJUDAM A ESTIMAR PERDAS NA AGRICULTURA D...

13/02/2020

1/6
Please reload